Eles devem sair? Após decisão judicial, MST promete resistir e não desocupar a fazenda Eldorado em Valinhos

0
1058

Nesta última sexta-feira, 20, os ocupantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra em Valinhos, que invadiram a fazenda Eldorado, fizeram um protesto contra a ordem Judicial de reintegração de posse da área  A decisão foi publicada na quarta-feira (18), pela 1ª Vara de Valinhos, em uma ação movida pela Fazenda Eldorado Empreendimentos Imobiliários Ltda.

A propriedade fica localizada no km 7 da Estrada do Jequitibá.
O Evento contou com a presença dos deputados Federais Carlos Zarattini (Líder do PT no congresso) , Nilto Tatto, Márcia Lia e José Américo e de vereadores de cidades vizinhas. O MST alega que o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) declarou que a fazenda é improdutiva, mas  a juíza responsável pela liminar Bianca Vasconcelos Coatti, aponta que uma certidão de matrícula comprova que a autora do processo é a dona do imóvel desde maio de 2004 e que alugou um pasto no local para a criação de bovinos para corte. A liminar não traz uma data específica para a reintegração, mas concede prazo de 15 dias para os réus apresentarem contestação.