Homens são detidos por derrubarem 500 árvores no Joapiranga. Confira:

0
347

A Guarda Civil Municipal (GCM) flagrou duas pessoas derrubando mais de 500
árvores nativas de grande porte com motosserra e retroescavadeira no
Joapiranga, em Valinhos. A dupla foi detida e liberada após o registro do
Boletim de Ocorrência. As Polícias Civil e Militar acompanharam o caso. A
perícia terminou esta semana.

O crime ambiental foi registrado em um terreno na Rua João Solar, nas
Chácaras Dois Córregos. Além da investigação policial, a Prefeitura avaliará
se o desmatamento pode ser caracterizado como parcelamento do solo para a
futura implantação de um loteamento na cidade, ou construção de condomínio
de casas.

O terreno pertence a uma empresa. A derrubada das árvores pode resultar em
ação penal e civil pública. Os envolvidos podem responder por degradação do
meio ambiente e sofrer embargos da Prefeitura se houver a comprovação de
parcelamento do solo, além de multa.

Segundo o secretário de Defesa do Cidadão, Roque José Stringhini, por se
tratar de mata nativa, a competência do caso é da Polícia Florestal
estadual. Stringhini disse que a GCM é frequentemente acionada em
ocorrências semelhantes. O crime ambiental foi descoberto após denúncia
anônima feita à corporação via CECOM.