Câmara anuncia medidas de contenção de despesas para devolver recursos à Saúde

0
75

A presidente da Câmara, vereadora Dalva Berto (MDB), anunciou na sessão extraordinária desta terça-feira (24) que o Departamento Financeiro do Legislativo está fazendo um levantamento para que nas próximas semanas sejam pagos apenas os serviços estritamente essenciais no prédio do Legislativo. A medida é mais uma ação de esforço e austeridade para auxiliar a Prefeitura no combate à pandemia do novo coronavírus.

Dalva Berto explicou que contratos poderão ser cancelados para que haja sobra de dinheiro e esses recursos possam ser aplicados na saúde pública. “Nós já fizemos isso no final do ano passado e conseguimos devolver quase R$ 3 milhões (…) A partir de agora, a Câmara reduz ainda mais suas despesas. O que for possível ser cortado para diminuir custos, nós vamos fazer. Essa é nossa missão e nossa obrigação”, discursou.

Desde segunda-feira (23), a Câmara está fechada para o atendimento ao público e as sessões ordinárias estão suspensas. Em um primeiro momento, a decisão valerá até 3 de abril, podendo ser prorrogada ou suspensa a qualquer tempo. Nesse período, os vereadores estarão de plantão para votar quaisquer projetos que sejam encaminhados em regime de extrema urgência em sessão extraordinária. Nesta terça-feira, foram aprovados três projetos de lei: duas aberturas de crédito adicional no orçamento e um projeto que autoriza o uso de hospitais e clínicas particulares para tratamento de pessoas contaminadas com o coronavírus.

Fonte: Câmara Municipal de Valinhos