Gol, Voyage e up! saem de linha em 2021, diz sindicato da VW

0
268

Comunicado oficial do sindicado dos metalúrgicos de Taubaté relata também investimentos da marca.

A Volkswagen e o Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindmetau) assinaram um acordo nessa quarta-feira (20) para investimentos na planta do interior de São Paulo. Apesar de a promessa da construção de um novo SUV e de novas versões do Polo, a notícia não é muito boa para donos de up!, Gol e Voyage. O sindicato anunciou que o trio vai sair de linha em 2021.

Na nota publicada no site oficial do sindicato consta que “as plataformas atuais da fábrica, VW 23X e VW 120 (Gol e UP), encerram a vida útil em 2021”. A aposentadoria do up! já é praticamente certa na Europa e sua manutenção no mercado brasileiro ainda era dúvida, contudo, a afirmação do sindicato brasileiro coloca fim a um dos mais divertidos subcompactos atualmente à venda no país, especialmente em sua versão turbinada TSI.

Já no caso do Gol e Voyage, a história será um pouco diferente. Os atuais modelos construídos sobre uma antiga plataforma terão seu ciclo de vida encerrado em 2021, mas, diferentemente do up!, terão substitutos. Os planos da marca apresentados na Argentina no ano passado revelaram que o sucessor do Gol (projeto A00) está no cronograma da marca.

O comunicado do sindicato ainda aponta que “Taubaté terá prioridade na discussão caso haja outro modelo chamado Gol ou Voyage”. Os sucessores, caso o Voyage chegue a uma nova geração, serão construídos sobre a plataforma modular MQB, possivelmente em uma variante de baixo custo que está em desenvolvimento na Índia, a MQB-A00, casando com o código divulvado para o próximo Gol.

Com o fim da produção do up!, o Gol assume o posto derradeiro de menor e mais barato modelo da marca. Há chances de ele ser vendido em outros mercados com o novo posicionamento, tal qual aconteceu com o Ford Ka desenvolvido no Brasil e que, hoje, é vendido até na Europa.

Oficialmente a Volkswagen declara: “A aprovação de um novo acordo coletivo com o sindicato local de Taubaté, votado ontem (20/02) pelos empregados, é um importante passo para a ampliação dos investimentos da Volkswagen no Brasil a partir de 2020 , após o ciclo de R$ 7 bilhões, já anunciados. A Empresa segue em negociação com seus demais parceiros de negócios visando a chegada de um novo modelo naquela unidade, utilizando a Estratégia Modular MQB, que é o mais moderno conceito de produção do Grupo Volkswagen no mundo. Os veículos baseados na Estratégia Modular MQB proporcionam o que há de mais avançado em termos de design, inovação, alta performance e segurança”.

Mais tarde, a VW acrescentou em nota que “A Volkswagen do Brasil informa que os modelos Gol, Voyage e up! continuam em produção em Taubaté (SP) e que têm grande importância para as operações da marca no Brasil e mercados para exportação. O Gol é o 5º modelo mais vendido do País, com 77.622 unidades comercializadas em 2018, sendo o líder de vendas da marca. No ano passado, Gol e Voyage receberam transmissão automática, contribuindo para o aumento nas vendas da Volkswagen para segmentos como o de PCD – Pessoas com Deficiência (+329% em 2018, em relação a 2017) e Táxis (+ 57%). Sucesso no Brasil e no exterior, o up! tem relevante contribuição para mercados de exportação como o Uruguai. Lá, o up! é o modelo mais vendido da marca, contribuindo para a liderança de mercado da Volkswagen pelo segundo ano consecutivo”.

Fonte: ICarros
Fotos: Divulgação