Mais de 400 proposituras são protocoladas para a primeira sessão do ano

0
193

A primeira sessão ordinária do ano, realizada nesta terça-feira (5), teve a apresentação de mais de 400 proposituras, entre projetos de lei, moções, requerimentos e indicações. Os documentos tratam de assuntos diversos como educação, saúde e serviços públicos. A maior parte dos documentos já foi encaminhada à Prefeitura para providências.

Durante a sessão, na Ordem do Dia, os vereadores aprovaram o projeto de lei da vereadora Dalva Berto (MDB), que denomina “Ronildo Bento” a Unidade Básica de Saúde do bairro Frutal, e mantiveram por unanimidade o veto do prefeito Orestes Previtale (PSB) ao projeto que obrigava o Poder Executivo a comunicar a Câmara sobre todas as demandas judiciais das quais a Prefeitura fosse parte. Esse projeto, de iniciativa dos vereadores André Amaral (PSDB), Franklin (PSDB) e do então vereador Rodrigo Fagnani “Popó” (PSDB), hoje licenciado do cargo, tinha sido aprovado na Câmara no ano passado, mas o Poder Executivo considerou a proposta inconstitucional.

Os vereadores também elegeram os novos membros das comissões permanentes da Câmara, que são responsáveis por analisar os projetos que são protocolados na Casa. Ainda nesta semana, os parlamentares devem se reunir para escolha do presidente de cada colegiado.