Prefeitura entrega obras de prolongamento da Avenida Joaquim Alves Corrêa

0
853

A Prefeitura de Valinhos entrega nesta quarta-feira (23) os trechos 1 e 2 das obras de prolongamento da Avenida Joaquim Alves Corrêa. Realizadas em duas fases, a partir de junho deste ano e com frentes de trabalho simultâneas, as obras têm 1,2 quilômetro de extensão até a conexão com a Avenida Independência, em Vinhedo.
A Avenida é a maior de Valinhos, com 4,2 quilômetros de extensão, do seu começo na Avenida Invernada até seu final na Rua Luiz Ramos, no bairro Jardim Maracanã. Com o prolongamento, até a divisa com Vinhedo, a via passa a ter um total de 5,4 quilômetros.
Estas obras foram aguardadas por três décadas pela população que nestes seis últimos meses viu a total transformação do corredor, possibilitando a melhoria do sistema viário, pois o prolongamento vai beneficiar diretamente a população valinhense que se dirige a Vinhedo, cidades vizinhas ou mesmo a São Paulo, e desafogar o trânsito na Rodovia dos Andradas.
As obras de prolongamento incluem pavimentação e implantação de guias, sarjetas, muros de arrimo e passeios públicos interligando totalmente Valinhos a Vinhedo. Os investimentos, de cerca de R$ 10 milhões, são decorrentes de contrapartidas de empreendimentos imobiliários e parte de recursos do leilão do Pré-sal recebidos por Valinhos, utilizado, inclusive, para a desapropriação de terreno.
A avenida é uma boa alternativa à Rodovia dos Andradas, que este ano também passou por reformulação e foi revitalizada com a reconstrução da ciclovia. “O prolongamento da Joaquim Alves Corrêa é muito importante para a mobilidade urbana de Valinhos. Oferece uma nova perspectiva de deslocamento com maior fluidez”, destacou o secretário de Planejamento e Meio Ambiente de Valinhos, Pedro Medeiros.
Numa terceira fase estão previstas obras nas proximidades do Clube da Velha Guarda e no trecho entre as ruas Vereador Luiz Ramos e Ângelo Barbizan.

Retrospectiva
A Prefeitura de Valinhos iniciou os trabalhos do prolongamento em janeiro com a contratação do projeto da obra, limpeza das áreas e a viabilização dos recursos necessários, obtidos com o leilão do Pré-Sal. Em março, a Câmara Municipal aprovou o remanejamento de recursos do Orçamento Municipal e no mês seguinte a Justiça concedeu liminar com a posse da área desapropriada para o traçado da avenida.
Já em junho, a Prefeitura de Valinhos instalou o canteiro de obras para nivelar, compactar e instalar aduelas em trecho nas proximidades do Hospital Galileo. No mesmo mês a Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente apresentou o projeto do prolongamento à Prefeitura de Vinhedo que também viabilizou a contratação da obra em trecho próprio daquele município.
O prefeito Orestes Previtale Júnior explicou que a prolongamento era um dos projetos de sua administração, mas que somente com os recursos do Pré-Sal foi possível viabilizar as obras. Ele contou que quando assumiu, em janeiro de 2017, não existia na Prefeitura nenhum projeto para o prolongamento da avenida até Vinhedo.
“Ele não havia sido feito, não existia licenciamento nem autorização para a obra. E, como não havia sequer projeto, também não havia recursos previstos. Com os recursos liberados pelo governo federal do Pré-Sal conseguimos a segurança que precisávamos para levar o projeto adiante”, disse o prefeito.

Fonte: Prefeitura de Valinhos