Valinhos gasta R$ 3,5 milhões com remédios da lista do Estado

0
139

A Prefeitura de Valinhos gastou no ano passado quase R$ 3,5 milhões para comprar medicamentos que deveriam ter sido entregues pelo governo estadual, mas que não foram fornecidos ou chegaram em pequena quantidade. O valor mais que dobrou em relação ao ano anterior. Desde 2017, a Fundação para o Remédio Popular (Furp), através do Programa Dose Certa, que fornece medicamentos para os municípios do Estado de São Paulo, tem deixado de fazer a entrega de remédios para várias cidades, e Valinhos tem enfrentado o reflexo dessa interrupção.

Entre os 68 itens que deveriam ser fornecidos pelo governo estadual, 61 do Programa Dose Certa contemplados pela Furp e 7 da Saúde da Mulher, apenas 10 foram entregues em março deste ano, segundo levantamento da Secretaria da Saúde de Valinhos.

Diante dessa realidade, o Município, que já é responsável por garantir os medicamentos de atenção básica, também precisa destinar recursos para a compra dos remédios que deixaram de ser entregues pelo Estado. Em 2017, Valinhos gastou R$ 1.386.836,94 na aquisição desses medicamentos e, no ano passado, o valor saltou para R$ 3.478.657,94, aumento de 150,83%.

“A demanda na saúde pública vem crescendo constantemente e, com a falta desses medicamentos que são de responsabilidade da esfera estadual, que deveriam ter sigo entregues pela Furp e acabaram não chegando, foi preciso aumentar os recursos para a compra desses itens”, disse a coordenadora da Assistência Farmacêutica de Valinhos, Rita Amaral.

De acordo com o diretor da Secretaria da Saúde, Jorge de Lucca, a Prefeitura vem trabalhando para garantir que os moradores recebam toda assistência necessária. “Enquanto a entrega de alguns medicamentos é pequena, outros nem recebemos mais. E acabamos tendo de adquirir esses medicamentos para que os moradores não fiquem desassistidos, além de garantir a atenção básica, que seguimos contemplando em todas as Unidades Básicas de Saúde e na Farmácia Central”, disse.

Para minimizar os reflexos causados pelo desabastecimento em todos os municípios do estado, o governo estadual publicou, no dia 22 de março de 2019, no Diário Oficial do Estado do São Paulo, a Resolução SS nº 25, que estabelece a transferência de recursos do Fundo Estadual de Saúde para os Fundos Municipais de Saúde, referentes ao financiamento dos medicamentos que não foram entregues no Programa Dose Certa, do ano de 2017 e do primeiro, segundo e terceiro trimestre de 2018.

No entanto, segundo o texto, Valinhos receberá apenas R$ 15.742,00. “O valor representa cerca de 5% dos gastos que o Município tem feito e não há data definida para o repasse”, disse Jorge.

Furp

A Fundação para o Remédio Popular (Furp) é o laboratório farmacêutico oficial do Estado de São Paulo, vinculado à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Parte dos produtos é fabricada pela Furp e entregue para aproximadamente 600 cidades paulistas, sem intermediários, conforme cronograma estabelecido. A dispensação é feita pelas Unidades de Saúde municipais.

FONTE: http://www.valinhos.sp.gov.br