Vereadores discutem corte nos subsídios para repasse à Santa Casa

0
243

Em mais um esforço para auxiliar a rede de saúde de Valinhos, os vereadores se reuniram para discutir medidas que podem auxiliar o município no combate à pandemia de Coronavírus. Uma das propostas levantadas foi o corte de parte do subsídio dos parlamentares para que o dinheiro seja repassado ao hospital Santa Casa. A ideia, bem como a quantia e a forma como será feita a doação estão sendo avaliadas pelos vereadores e pelo Departamento Jurídico da Casa.

Fundo Cívico

O projeto Apaixonados por Saúde, de apoio à Santa Casa, lançou o fundo para receber doações de pessoas e organizações. Os recursos serão supervisionados por um grupo de profissionais e empresários, que prestarão contas dos valores arrecadados, de forma transparente.

Nos últimos dias, os insumos comprados pela Santa Casa sofreram reajuste de até 150%, e muitos deles, como álcool em gel, máscaras, aventais e respiradores, precisam de pagamento à vista. Hoje, o hospital atende mais de 60% de pacientes do SUS, que são encaminhados pela Secretaria da Saúde do município.

“Vai faltar recursos para nós mantermos esses materiais. Os preços estão exorbitantes (…) Esse fundo vai arrecadar de toda a sociedade, de quem puder contribuir. Ele será gerenciado por pessoas idôneas. Os valores serão auditados e a gente vai comprovar o uso”, afirmou o superintendente da Santa Casa, Fernando Pozzuto.

A presidente da Câmara, vereadora Dalva Berto, apoiou a causa. “Eu apoio enquanto cidadã valinhense, enquanto empresária e enquanto presidente da Câmara. Esse é um momento especial, no qual a gente precisa se unir, nós todos que representamos os cidadãos. É um momento sério, não é momento de política partidária”, disse.

Os dados para doação são:

CONTA: Santander – Ag 3808

CC – 13000654-8

CNPJ 46.056.487/0001-25

Santa Casa de Misericórdia de Valinhos.

Quem não tiver conta bancária para fazer a transferência, basta ligar nos telefones (19) 99299-3640 ou (19) 9 9362-1357, que um motoboy poderá buscar.

 

Fonte: Câmara Municipal de Valinhos